Frango Canção - Crescimento acelerado sustentável

Quando sorte e oportunidade andam juntas, o trabalho parece render mais nas mãos certeiras de empreendedores. Foi assim com os empresários Rogério W. Martini Gonçalves e Ciliomar Tortola.

Em 1992, tudo não passava de um sonho para a dupla, cujas famílias trabalhavam na engorda de aves, comercializando a produção em abatedores do Paraná e São Paulo. Mesmo com as mudanças na economia no começo da década, os produtores independentes visualizaram na crescente demanda da carne de frango no Brasil e no mundo uma oportunidade de negócios.

Fundadores da Frangos Canção – hoje uma potência com números que parecem se multiplicar exponencialmente em produção –, começaram com a compra do Abatedouro Maringá, um pequeno e antigo frigorífico no interior do Paraná, e optaram pela criação de frangos de forma integrada.

A escolha foi mais do que acertada, já que dois anos depois do início da empresa, em 1994, o governo emplacou o estrondoso sucesso do Plano Real, que tornou o frango a proteína mais acessível do mercado, competindo com outros itens, até então considerados supérfluos, como o iogurte e a prótese dentária.

O consumo per capita passou de 32 Kg para 39Kg anuais, e a onda de consumo fez saltar a capacidade de produção da fábrica, localizada em Maringá (PR), onde fica seu abatedouro, e nas filiais em Douradina, São Manoel do Paraná, Indianópolis e Mirador, todas no mesmo estado. Os primeiros anos foram fundamentais para a Frangos Canção.

A produção foi ampliada em nada menos do que 1.000%, saltando de 1 mil para 10 mil abates ao dia. Hoje, os mais de 2.700 colaboradores são responsáveis pelo abate de 210 mil aves por dia e a previsão é que esses números ainda aumentem. De acordo com o planejamento da fábrica, a meta é alcançar 310 mil aves abatidas em um único dia.

A crise financeira mundial fez que Rogério e Ciliomar se tornassem cautelosos, mas com os olhos bem abertos às novas oportunidades, buscando novos nichos para atuar na produção de produtos específicos para cada mercado, respeitando costumes e culturas locais. “Estamos investindo forte na abertura de filiais em alguns estados para estarmos próximos dos clientes de varejo, agregando valor e pulverizando o crédito.

Outro trabalho que desenvolvemos agora é o aumento do mix de produtos embutidos e industrializados, novas parcerias com empresas do setor bovino e de suínos para fazermos a distribuição, maximizando nossa equipe comercial e diluindo o custo de frete”, explica Rogério.

Preocupação ambiental

Para isso, investimentos são previstos em todas as etapas da indústria, tanto na área de produção como na agropecuária. Todo o planejamento de crescimento dos negócios pauta pela sustentabilidade do negócio, o que inclui o sistema de gestão ambiental. De olho na meta da ISO 14.000 (Meio Ambiente), a Frangos Canção conta, atualmente, com um gerenciamento de descarte de resíduos em diversos planos, bem como outras ações ambientais que prezam o incentivo do plantio de árvores nativas em torno das granjas dos produtores, manejo adequado do esterco para adubo e construção de composteiras para os animais mortos durante a criação.

O marketing do produto é feito nas bases do negócio com os colaboradores, o produtor e, claro, o cliente. O posicionamento da marca no mercado tem como lema manter o comprometimento com o bem-estar das aves, oferecendo um produto ecologicamente correto. “Usamos as melhores matérias-primas possíveis e adequadas para a formulação da ração das matrizes e frangos de corte, sempre levando em consideração um saudável alimento para nossos clientes”, comenta Ciliomar Tortola. “Essa é uma de nossas premissas para garantir a nutrição do amanhã”, completa.

  • Scot Consultoria

Acompanhe
Clique e compartilhe