De olho nas novidades

  • Publicado em
  • Categoria

    Suínos

  • Oferecimento

Na pequena cidade de Oratórios, em Minas Gerais, está localizada a produção independente de suínos de Fernando Gomes Martins, um empreendedor sempre atento com o que há de novidade no mercado. “Na suinocultura você não pode parar. Sempre temos que inovar. A vantagem é que nesse ramo há como melhorar a produção e há a todo momento alguma coisa para se fazer ou novidade surgindo”, comenta.

É com esse pensamento, associado aos ensinamentos adquiridos na faculdade de Administração, que cursou quando era mais jovem, que ele toca a Granja São Francisco. “A universidade me ajudou muito a gerir o negócio, já que me instruiu a ter uma visão da empresa como um todo. Sem as pessoas, a gente não sai do lugar. Se você tiver uma equipe boa, o resultado sai”, diz. O time da Granja, hoje, é formado por 32 funcionários, que o ajudam, no dia a dia, a tocar a produção, que envolve o ciclo completo da suinocultura. “Compramos as avós, fazemos as nossas próprias matrizes e vendemos os animais vivos para os clientes do Vale do Aço”, conta.

Martins começou a atuar na atividade a partir do zero, há cerca de 20 anos. De família de proprietários de uma usina de açúcar – onde chegou a trabalhar por 12 anos como Diretor de Operações –, ele sempre teve vontade de ter o próprio negócio. Por estar inserido em uma localidade tradicional de produção de suínos, abraçou a causa: “sempre gostei de suinocultura, então peguei um pedaço das terras da minha família para dedicá-la a essa produção, onde hoje está a Granja São Francisco”. O negócio começou com apenas 60 matrizes e foi crescendo, somando, atualmente, cerca de 900 fêmeas reprodutoras.

Este artigo está na edição 26 da Revista NT. Leia na íntegra aqui.

 

Acompanhe
Clique e compartilhe