A importância do creep feeding na maternidade

  • Publicado em
  • Categoria

    Suínos

  • Oferecimento

*Por Nayara Souza (Trainee Comercial de Suínos), Cargill Alimentos-Nutron

O fornecimento de uma dieta complementar ao leite materno durante o período de lactação é um manejo comumente recomendado e utilizado pelos produtores. Tal prática alimentar, conhecida por creep feeding, é composta por dietas sólidas com alto teor nutricional para leitões lactantes, preparando seu sistema digestivo para o momento do desmame.
A utilização dessa prática na maternidade é conhecida e comprovada por diversas pesquisas, principalmente por alguns de seus principais benefícios como uniformização da leitegada, aumento de peso ao desmame e aceleração da adaptação do trato gastrintestinal dos leitões às dietas sólidas.

No entanto, o verdadeiro benefício do creep feed na maternidade está diretamente relacionado à melhoria do consumo e do crescimento imediatamente após o desmame. Os leitões começam a comer antes (Bruininx, 2002) e podem aumentar o crescimento durante a primeira semana em até 38% (Bruggeman, 2010). Além disso, podemos verificar a diferença entre os leitões que só consumiram leite na maternidade para os leitões que consumiram leite + creep feed, no gráfico a seguir.

Gráfico 1 – Diferença de peso com consumo apenas de leite ou ração mais leite

Fonte: BPEX, 2013. Action for productivity, nº 5

Isso acontece porque o creep feed ajuda na adaptação dos leitões no período pós-desmame. Assim, os animais habituam-se a consumir alimento sólido mais cedo e, além disso, há estímulo da produção de enzimas no aparelho digestivo do animal, que atuam em nutrientes além dos fornecidos pelo leite. Com esta adaptação pré-desmame em sua fisiologia intestinal, podem digerir melhor os carboidratos e proteínas e reduzir o risco de diarreias ao desmame.
Creep feed é um manejo com vantagens positivas quando introduzido nas propriedades. No entanto, deve ser feito corretamente para que se possa ver seus benefícios e evitar o desperdício. Em média, pode-se esperar um consumo total de ração por leitão de 300 a 500g quando desmamados aos 26-28 dias de vida. Já leitões desmamados aos 21 dias ingerem bem menos dos que os desmamados mais tardios.
Muitas estratégias foram desenvolvidas e estudadas ao longo dos anos, com o intuito de estimular o consumo de creep feed na maternidade, visto que esse é bastante variável. Tais como, aumento do espaço de alimentação (Appleby at al., 1992), aumento da acessibilidade (Wattanakul et al., 2005) e substituição diária do alimento para os animais (Appleby et al., 1991).
O comedouro é um grande influenciador do consumo de alimento, bem como a quantidade de desperdício gerado. Ao mesmo tempo em que o equipamento deve facilitar o acesso ao alimento, ele necessita ter um projeto que previna que os leitões fucem, deitem-se, urinem ou defequem sobre a comida. Dessa forma, escolher um comedouro adequado para os animais é essencial para o sucesso desse manejo.
Outras estratégias são oferecer rações mais atrativas para os leitões, ou seja, um alimento de boa qualidade, palatável e de alta digestibilidade. Verifique se há acesso a água limpa e de boa qualidade para os leitões também, pois essa influência diretamente no consumo de ração. A ração deve ser mantida fresca e limpa, e fora do alcance da porca. Recomenda-se o fornecimento da ração aos leitões entre 7 e 10 dias após o nascimento – caso o consumo for lento, pode-se umidificá-la um pouco para facilitar a ingestão e estimular o consumo.
O fornecimento de creep feed condiciona o comportamento de busca do alimento no comedouro, diminuindo a dependência do leite da porca. Esse manejo é indicado como estratégia para aumentar o peso ao desmame e a uniformidade das leitegadas, partindo-se do pressuposto de que os leitões menores, ou com dificuldades de acesso aos tetos da porca, teriam uma fonte de alimento menos disputada que o leite materno (Patience et al., 1995).
Animais que consomem creep feed tornam-se mais aptos a consumir dietas iniciais na creche, resultando em maior consumo médio diário e maiores taxas de ganho de peso médio diário na primeira semana pós-desmame. Portanto, um consumo de creep feed suficiente na maternidade irá melhorar o desempenho dos leitões nas fases subsequentes. No entanto, devemos ficar atentos sempre à variabilidade e baixo consumo durante esse período para que se tenha um melhor resultado e retorno sobre o investimento.

Acompanhe
Clique e compartilhe