MICOTOXICOSE EM AVES, desafio e oportunidade

  • Publicado em
  • Categoria

    Aves

As micotoxicoses são causadas por metabólitos secundários tóxicos chamados micotoxinas, produzidos por algumas espécies de fungos. As micotoxinas são compostos policetônicos resultantes das reações de condensação que ocorrem quando em determinadas condições físicas, químicas e biológicas se interrompe a redução dos grupos cetônicos na biossíntese dos ácidos graxos realizada por moldes. Estes ácidos graxos são metabólitos primários utilizados pelos fungos como fonte de energia.

As micotoxinas são altamente tóxicas para as plantas, animais e seres humanos, a patologia específica que produzem e a interferência no metabolismo dependem especificamente da estrutura da micotoxina em particular. Foram identificados cerca de 300 tipos de micotoxinas e estudos da ONU mostram que cerca de 30% do cereal do mundo está afetado por esse fenômeno. No entanto, a presença de fungos não implica a presença de micotoxinas.

Na rotina diária, podemos identificar vários pontos poderíamos denominar como críticos para evitar perdas econômicas causadas por doenças que as micotoxinas produzem diretamente ou pelas perdas de desempenho dos animais devido aos efeitos subclínicos da ação das mesmas.

milho

Entre os pontos críticos citados acima, devemos mencionar a amostragem de alimento, as micotoxinas não se encontram distribuídas uniformemente no mesmo, se concentram mais em áreas de maior umidade ou maior concentração de oxigênio de modo que a amostragem ganha uma importância fundamental na estratégia de controle das micotoxinas.

Em segundo lugar, na linha de processo se encontra o método de determinação das micotoxinas, existem várias técnicas a este respeito, que variam em sensibilidade e especificidade, e aquelas que poderiam ser utilizadas como primeiro filtro que são provas rápidas e dão resultados qualitativos e/ou semi--quantitativos. A Provimi tem uma ferramenta, um equipamento de determinação quantitativa com níveis de sensibilidade e especificidade muito semelhante ao ELISA, mas muito mais rápido. O QuickScan opera com o princípio da colorimetria e com uma amostra de milho moído, em menos de 20 minutos se obtém os resultados dos níveis de Aflatoxinas e Fumonisinas que irão gerar as informações necessárias para tomar as ações corretivas. Isso possibilita agir "em tempo real", o que significa que o equipamento pode operar não só com o milho que entra na planta de alimento, mas antes que o milho entre no mixer, de maneira que se use o sequestrante apenas quando necessário.

lamic

O ponto determinante é apenas parcialmente resolvido, melhor dizendo, substituído, quando adicionado às fórmulas dos alimentos um produto que cumpre o papel de adsorvente ou "sequestrante" de micotoxinas. No mercado há um número significativo de produtos que variam seu mecanismo de ação, afinidade para os diferentes tipos de micotoxinas e, claro, ampla gama de preços no momento de escolher incluir um ou outro produto no alimento e, especialmente, para utilizá-lo como rotina. Penso, então, que isso é estabelecido como um ponto delicado já que, talvez, se utilize como rotina um produto que não apresente afinidade com o tipo de micotoxina presente. Quando incorrem num custo sem qualquer benefício ou que, como em muitas circunstâncias, é usado indevidamente (subutilizando ou sobre utilizando) que em última análise não corrige a contaminação, ou ainda incorre em um gasto que não dará retorno. No pior caso, a inclusão rotineira surge como ferramenta de substituição do método de determinação, o que significa que se desconheça a qualidade do alimento a ser processado.

provimi

Continuando com os pontos críticos ou de importância na produção animal e aqueles relacionados à produção no campo.

Para isso, devemos considerar os seguintes itens:

- Concentrações de Micotoxinas: É muito difícil estabelecer um nível máximo tolerável de fatores que influenciam a toxicidade das micotoxinas: idade, sexo, tempo de consumo do alimento contaminado, infecções concomitantes, tratamentos, condições inadequadas nas quais vivem as aves.

- Sinergias e interações: As micotoxinas raramente ocorrem separadamente, o que em conjunto faz com que a dose máxima tolerada individualmente perca relevância. Portanto, a mera presença de múltiplas micotoxinas no alimento das aves deve ser considerado um risco. As interações das micotoxinas presentes no organismo das aves estão devidamente comprovadas e são principalmente aditivas, mas podem ser sinérgicas e também antagonistas.

- Quadros de intoxicação:

este é um ponto que gera muita discussão e refere-se aos níveis de contaminação ou as "concentrações seguras", estes níveis geram intensos debates entre aqueles que sugerem níveis muito baixos e aqueles que sugerem níveis mais altos como ponto de partida para tomar medidas concretas para assim, neutralizar micotoxinas.

figuras

- Sinais clínicos: A sintomatologia é pouco patognomônica, difusa e muitas vezes fácil de confundir com outras doenças (redução do consumo, perda de peso, imunossupressão, diarréia, fígado gorduroso, vesícula biliar aumentada, falta de pigmentação, entre outros). Este é um item que, mais uma vez, torna fundamental a realização de análises específicas das matérias-primas do alimento.

As exigências do mercado obrigam a reduzir ao máximo os custos e aumentar ao máximo a eficiência dos animais, tentando melhorar em todos os índices produtivos, razão pela qual é essencial para realizar controles exaustivos das matérias-primas, identificando os níveis de contaminação das mesmas, implementando ações e estratégias corretivas e usando produtos adequados (tipo e dosagem). Isto é, então, o desafio e a oportunidade na qual nos encontramos para produzir mais e melhor.

"As exigências do mercado obrigam a reduzir ao máximo os custos e aumentar ao máximo a eficiência dos animais, tentando melhorar em todos os índices produtivos, razão pela qual é essencial para realizar controles exaustivos das matérias-primas, identificando os níveis de contaminação das mesmas, implementando ações e estratégias corretivas e usando produtos adequados (tipo e dosagem).” Pablo A. Nudelman 

  • Pablo A. Nudelman

    Pablo A. Nudelman

    Coordenador Técnico e Comercial de Aves na Provimi Argentina

Acompanhe
Clique e compartilhe